Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Fome afecta cerca de 240 mil pessoas no país

O Secretariado Técnico de Segurança Alimentar e Nutricional (SETSAN) estima em cerca de 240 mil o número de pessoas que se encontram em situação de insegurança alimentar em Moçambique.

A situação, segundo a coordenadora do SETSAN, Marcela Libombo, melhorou ligeiramente compativamente ao ano passado em que o universo de pessoas necessitando de apoio de emergência cifrava os 350 mil.

Libombo, citada pela Rádio Moçambique (RM), emissora pública, referiu que as províncias de Tete, no centro do país, bem como Maputo, Gaza e Inhambane, no sul, são as que apresentam um quadro mais crítico no âmbito da segurança alimentar.

A subnutrição crónica é um dos problemas mais preocupantes no momento, apesar de haver um crescimento considerável da produção agrícola.

Esta doença atinge 35 por cento da população moçambicana, estimada em cerca de 22 milhões de habitantes.

A irregularidade das chuvas é apontada como a principal causa da falta de alimentos devido ao seu impacto na produção agrícola no país.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!