Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ferroviário de Nampula e Costa do Sol repetem última final nos quartos

Ferroviário de Nampula e Costa do Sol repetem última final nos quartos

TAÇA DE MOÇAMBIQUE  

É o principal jogo da quarta jornada da 30ª edição da Taça de Moçambique-mcel. O Ferroviário de Nampula viaja até Maputo para defrontar o Costa do Sol. Será um encontro difícil por vários motivos, sobretudo porque vai colocar frente-a-frente os últimos finalistas da edição passada, com vantagem para os canarinhos, e também pelo facto dos locomotivas do norte terem já perdido fulgor no Moçambola. São razões de sobra para que o desafio esteja a ser preparado com grande empenho por parte dos comandados de Nacir Armando.

 

 

 

O que pode funcionar como um tónico para o Costa do Sol também poderá ser um factor de destabilização, isto é, o facto de a formação orientada por João Chissano ser quase obrigada a vencer, principalmente por se encontrar a três pontos do Ferroviário de Maputo, actual líder do Moçambola poderá enervar os canarinhos, tendência que poderá ser aproveitada até ao mais ínfimo pormenor pelos locomotivas do norte.

Recorde-se que o Estrela Vermelha de Maputo e o Chingale de Tete é o outro jogo que vai por frente-a-frente dois primodivisionários, de acordo com o sorteio realizado na semana passada numa instância de lazer em Maputo.

Nas partidas restantes, o Atlético Muçulmano, actual segundo classificado do Moçambola- 2008, vai ser o anfitrião do Clube de Chibuto, campeão provincial de Gaza, competição que corresponde à III Divisão do Futebol.

 

 

 

Recorde-se que os jogos terão lugar entre os dias 4 e 5 de Outubro, respectivamente sábado e domingo próximos. Com 11 conquistas entre as 29 edições até agora disputadas, o Costa do Sol é o clube que mais vezes ganhou a Taça de Moçambique e, este ano, os detentores do troféu e campeões nacionais em título estão igualmente bem posicionados para revalidar o troféu.

As oito equipas apuradas para os quartos da Taça de Moçambique –Mcel receberão um valor monetário de 54 mil meticais, quantia oferecida pelo patrocinador da prova. O valor aumenta à medida que as equipas seguem em frente, atingindo a soma 25 e 15 mil dólares americanos para o vencedor e finalista derrotado, o equivalente a 625 e 375 mil meticais, respectivamente.

Para o melhor jogador da prova haverá um carro oferecido igualmente pelos patrocinadores da prova.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!