Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ferroviário de Nacala-Porto conquista o “Nampulense”

Ferroviário de Nacala-Porto conquista o “Nampulense”

Os clubes Ferroviário de Nacala-Porto e Sporting de Monapo sagraram-se campeão e vice-campeão, respectivamente, com 25 pontos cada um, do Campeonato Provincial de Futebol de Nampula, vulgo Nampulense, edição 2014. Com a conquista do primeiro lugar da competição, os locomotivas da considerada Zona Económica Especial regressam à poule regional norte de acesso ao Moçambola, depois de, no ano passado, não terem logrado tal feito.

O regresso do Ferroviário de Nacala à disputa da fase regional de acesso ao Campeonato Nacional de Futebol da primeira divisão, o Moçambola, da próxima temporada, resulta de uma vitória brilhante, no último sábado (12), diante do Benfica de Nampula, por 3-0.

Na partida que se realizou na cidade de Nacala-Porto os “Nacalenses” fizeram de tudo para saírem vitoriosos, uma vez que o jogo decidia a concretização do objectivo do clube na presente temporada futebolística.

Com a vitória sobre os “encarnados” da capital do norte, o Ferroviário de Nacala-Porto passou a somar 25 pontos, em 12 jogos realizados, tendo “produzido” sete vitórias, quatro empates e uma derrota.

O Sporting de Monapo, outro representante da província de Nampula, que pela terceira vez se qualifica para a fase regional de futebol, teve os mesmos pontos dos “locomotivas” de Nacala, porém, com menos golos marcados. O Sporting de Nampula, que durante 14 jornadas do Nampulense ficou na primeira posição, escorregou à última hora ao admitir uma derrota diante do Futebol Clube de Moma.

Já o Benfica de Monapo tornou-se a equipa sensação devido ao seu desempenho no Nampulense. Ao longo dos 12 jogos efectuados, a equipa averbou cinco vitórias, quatro empates e três derrotas. Por sua vez, os “encarnados” de Nampula terminaram o campeonato com alguma mágoa, uma vez que perderam três pontos, depois de uma vitória homologada pelo Conselho de Disciplina da APFN a favor do seu adversário, na sequência o jogo da segunda jornada da primeira volta frente ao seu homónimo de Monapo.

Suspensões

A Associação Provincial de Futebol de Nampula (APFN) suspendeu os presidentes dos clubes Benfica e Sporting, ambos da cidade de Nampula, Abdul Hanane e Victor Sousa, respectivamente, por terem cometido infracções às regras da instituição desportiva.

De acordo com um comunicado em poder do @Verdade, Victor Sousa, presidente dos “leoninos” de Nampula, para além de três meses fora dos recintos desportivos, deverá pagar uma multa no valor de 15 mil meticais por uso de expressões injuriosas e grosseiras contra a equipa de arbitragem no jogo realizado no passado dia 21/06/2014 no campo do Conselho Municipal de Monapo.

Segundo o mesmo documento, António Augusto, delegado do Sporting Clube de Nampula, está, igualmente, suspenso por um período de 20 dias, além de ter de pagar uma multa de 500 meticais por arremessar objectos contra o público.

Abdul Hanane está suspenso no período de um ano e seis meses, para além de estar obrigado a desembolsar o valor de 30 mil meticais de multa por se ter introduzido no campo no decurso de uma partida e causado tumulto.

A punição vai, igualmente, para o clube dirigido por Hanane, que tem de pagar uma multa no valor de 25 mil meticais, devido aos distúrbios graves verificados no jogo contra o Sporting Clube Recreativo de Monapo, cuja organização do mesmo foi estranhamente confiada ao Sporting Clube de Nampula, contrariando todos os procedimentos regulamentares.

Campo de Namutequeliua interditado

O campo de Namutequeliua, propriedade do Sporting Clube de Nampula, foi interditado de acolher partidas de futebol durante quatro jornadas pelo Conselho de Disciplina da APFN, na sequência das agressões havidas no último jogo entre Benfica de Nampula e Sporting de Monapo.

De referir que a vitória da partida interrompida aos 42 minutos foi atribuída aos “leoninos” de Monapo por 3-0 à luz dos termos nº 5 do artigo 120º do Regulamento Disciplinar da FMF.

Os intervenientes

Abdul Hanane, presidente do Benfica de Nampula, disse que a sua equipa não se qualificou para a poule de acesso ao Moçambola devido a uma perseguição que sofre por parte de alguns dirigentes da Associação Provincial de Futebol. “Fomos prejudicados. Enquanto o Benfica de Nampula trabalhava para ocupar o primeiro lugar, algumas pessoas conspiravam contra nós”, disse.

Num outro Desenvolvimento o líder dos “encarnados” de Nampula afirmou que a suspensão é uma artimanha para excluir o Benfica da capital do norte do panorama desportivo a nível da província.

Por seu turno, o presidente do Sporting Clube Recreativo de Monapo, Abdul Amine, disse que está satisfeito pela vitória consecutiva, pois a mesma resulta de muita dedicação, esforço e empenho dos seus jogadores.

Recorde-se que esta é a terceira vez que o Sporting de Monapo marca presença na poule de apuramento ao Moçambola. “O nosso sonho é chegar ao Moçambola, e todos os jogadores estão preparados e motivados para garantirem a nossa passagem”, referiu Amine.

 

Quadro completo dos resultados da 14ª jornada

Ferroviário de Nacala 3 – 0 Benfica de Nampula

F.C Moma 1 – 0 Sporting de Nampula

Benfica de Monapo 3 – 1 Angoche Clube de Desportos

Classificação

P

Nome do Clube

J

V

E

D

BM

BS

Pts

1

Ferroviário de Nacala

12

7

4

1

26

12

25

2

Sporting de Monapo

12

7

4

1

14

6

25

3

Benfica de Monapo

12

5

4

6

17

12

19

4

Sporting de Nampula

12

5

4

3

17

13

19

5

Benfica de Nampula

12

4

1

7

19

24

13

6

F.C Moma

12

3

3

6

15

12

12

7

Angoche C. Desporto

12

1

4

7

10

26

7

 

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!