Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ferroviário de Maputo vence 2º jogo e empata a final masculina de basquetebol

Derrotados após trezes meses de invencibilidade os “locomotivas” de Maputo uniram-se em torno de Jimmy Williams e, com Édson Monjane imperial a defender e seguro a atacar, venceram o Ferroviário da Beira, por 62 a 61 pontos, no 2º jogo da final do Campeonato nacional de basquetebol em seniores masculinos que decorre na capital do País. A final vai ser desempatada na próxima quarta-feira(10) no 3º jogo que ainda não vai decidir o novo campeão moçambicano.

A equipa treinada por Milagre Macome entrou com o orgulho ferido para a quadra do pavilhão do Maxaquene e colocou-se na frente do placar porém os “beirenses” deram à volta ao marcador e assumiram a liderança, por pouco tempo pois com uma boa penetração Luís Barros empatou a 16 pontos no término do 1º período.

Com uma “bomba” Fernando Mandlate reabriu a contagem mas Helton reduziu. David Canivete alargou a vantagem do Ferroviário da Beira para 8 pontos antes de Augusto Matos reduzir com um, de dois, lançamentos livres certeiros. Depois Helton somou mais 2 pontos e com uma “bomba” Francisco Macaringue deixou a desvantagem em 3 pontos.

Os “beirenses” voltaram a acelerar e Jimmy ludibriando a marcação serrada que lhe foi feita toda noite alargou a vantagem para 10 pontos com que se chegou ao intervalo, 29 a 39 pontos, parecia que a equipa de Nazir Salé iria vencer mais uma jogo da final, tal como na véspera.

Após o descanso as defesas voltaram melhores que os ataques, Augusto Matos marcou o primeiro ponto do período da linha de lances livres mas continuou com a pontaria desacertada nos lançamentos para lá da linha dos 3,25 metros. Mais de 2 minutos passaram até Helton somar mais 2 pontos na linha de lançamentos livres.

Depois os “locomotivas” de Maputo cerraram mais a defesa, frustraram uma série de ataques dos adversários e começaram a reduzir a desvantagem com Augusto Matos a reduzi-la para 1 ponto. Octávio Magoliço desempenhava bem o papel de coa-adjuvante e alargou novamente a liderança porém Custódio Muchate, sem a frescura de outros tempos, repôs a diferença em 1 ponto.

Édson Monjane deu o tom para a reviravolta

Dois pontos de David Canivete mais uma “bomba” de Jimmy deram nova vantagem confortável à equipa de Nazir Salé que no entanto viu Augusto Matos reduzir, em duas ocasiões, da linha de lançamentos livres mas não evitou a derrota por 45 a 47 pontos à entrada do último período.

Édson Monjane deu o tom para a reviravolta dos “locomotivas” de Maputo apoiado pelo experiente extremo e internacional moçambicano que empatou a final a 49 pontos. Os “maputenses” assumiram a liderança do placar e Augusto alargou para 4 pontos a vantagem.

Os “beirenses” sentiram a pressão e a defesa montada por Milagre Macome dava os seus frutos frustrando sucessivos ataques e deixando a equipa de Nazir Salé sem marcar durante cerca de 3 minutos até Octávio Magoliço conseguir encestar 2 pontos. Ambas equipas tentavam fazer tudo com rapidez, procuravam os lançamentos triplos que não caiam, e o resultado continuava na diferença de 1 pontos.

Com 46 segundos para jogar Ismael Nurmamade, na linha de lançamentos livres, empatou e colocou a sua equipa em vantagem mínima.

Milagre Macome pediu desconto para engendrar ataque e dar a volta ao marcador enquanto Nazir lembrou aos seus pupilos que ainda podiam fazer duas faltas sem que dessem lugar à lançamentos livres. E foi isso que fizeram, para tentar ganhar tempo, mas Édson Monjane acabou por levar os “locomotivas” da Beira à 5ª falta que deu lugar a dois lançamentos livres. Por não ter bom aproveitamento de livres Édson tentou similar uma lesão para ser substituído por um colega de pontaria mais afinada, o árbitro não deixou. Édson falhou o primeiro lançamento mas acertou o segundo e empatou o jogo a 60 pontos.

Na reposição o Ferroviário da Beira não conseguiu passar pela defesa do seu homónimo de Maputo e Édson ficou com a bola lançando Augusto que conseguiu ganhar mais uma falta. Com 10 segundo para jogar o internacional moçambicanos deu uma vantagem de 2 pontos à sua equipa.

Em nova reposição Magoliço entregou a bola a Jimmy que sem pressas, tinha 10 segundos, saiu a jogar e ganhou falta. Mas na linha de lances livres o norte-americano contratado pelos “locomotivas” do Chiveve apenas conseguiu encestar 1 e o cronómetro estourou.

“Não está nada perdido”

“Foi um jogo bastante intenso em que saímos na primeira parte com uma desvantagem, no terceiro quarto foi buscar a desvantagem e passamos para a frente e, a partir daí, assistimos a um espectáculo puramente desnecessário. A equipa do Ferroviário da Beira é muito bem comandada, com uma estrutura muito forte, não precisa de ser acompanhada por ninguém. Ela tem que jogar e provou isso ontem, quando se deixa jogar tem competência para vencer jogos, mas não foi o que nós vimos” afirmou Milagre Macome, o treinador do Ferroviário de Maputo, acrescentando que “vínhamos com a lição bem estudada, tínhamos que rectificar qualquer coisa porque o jogo de ontem não foi muito bom para nós, valeu pela vitória e está tudo em aberto para o objectivo final. Hoje estivemos um bocadinho mais concentrados, este não é o nosso basquetebol, estamos a jogar mais pela emoção do que com a cabeça, há que serenarmos os ânimos e tentarmos jogarmos o nosso basquetebol” concluiu.

Nazir Salé repetiu o que havia dito após vencer o jogo 1, “ainda há muito jogo por se jogar, e agora temos que manter a cabeça erguida, esperarmos pelos três próximos jogos, continuar a trabalhar e tentarmos equilibrar em termos de reduto, manter aquilo que são os nossos objectivos. Não está nada perdido”, disse o treinador dos “locomotivas” da Beira.

O 3º jogo está previsto para a noite de quarta-feira(10), no pavilhão do Maxaquene, e a 4ª partida vai ser disputada na noite de quinta-feira(11). O derradeiro jogo, se for necessário, está previsto para o sábado(13).

Mais cedo o Desportivo de Maputo empatou a decisão do terceiro classificado ao vencer A Politécnica e adiou a definição para quarta-feira(10).

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!