Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Familiares de vítimas angolanas do TM470 querem processar LAM

Familiares de vítimas angolanas do despenhamento do Embraer 190 das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM), a 29 de novembro na Namíbia, acusaram nesta sexta-feira (27), em Luanda, a companhia de falta de apoio e informação, e prometeram instaurar um processo contra a mesma.

Segundo a agência Lusa, a insatisfação foi manifestada em conferência de imprensa, em que estiveram presentes familiares do músico José Luvualu “Action Nigga” e da inspetora do Ministério das Finanças Almejada Laura Vatuva, ambos mortos no acidente.

No próximo domingo (29) faz um mês que o voo TM470, que fazia a rota Maputo – Luanda, despenhou-se causando a morte dos seis tripulantes e 27 passageiros que estavam a bordo.

De acordo com o relatório preliminar da Comissão de investigação do despenhamento houve “clara intenção” do Comandante do voo TM 470  em dirigir avião contra o solo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!