Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Falta de indústrias literárias preocupa educação e cultura

O sector de Educação e Cultura está preocupado com a inexistência das indústrias literárias na província de Nampula, o que permitiria o surgimento de novos talentos.

Segundo Páscoa de Azevedo, directora provincial do sector, o facto foi abordado com muita inquietação pelos participantes à fase provincial da Conferência Nacional sobre a Cultura, realizada nos dias 27 e 28 de Março, na capital provincial de Nampula.

A fonte, que falava por ocasião do Dia Mundial do Livro e Direito do Autor comemorado a 23 de Abril, defendeu a necessidade de se encontrar mais espaço para a expansão do “saber”, privilegiando, consequentemente, a componente literária. Em Nampula, a data coincidiu com a exposição de diversos livros, discos cassetes áudio, que assinalou a última etapa de uma série de feiras, promovidas pelo Ministério da Educação e Cultura, com apoio do Fundo das Nações Unidas para Ciência e Educação.

O acto de abertura foi orientado pelo director provincial do Plano e Finanças, António Mussa Inzé, em representação do governador da província de Nampula .

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!