Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Falta de acesso ao crédito bancário inquieta as mulheres rurais em Báruè

A cidadã Maria dos Santos, uma das mulheres que estiveram na Praça dos Heróis Moçambicanos em Manica, este Domingo (07), residente no bairro Futuro Melhor, disse que a Fundos de Desenvolvimento Distrital e os créditos concedidos pelos bancos comerciais são apenas para os funcionários públicos, facto confirmado pela gerente do banco Millennium Bim em Catandica, Maria da Silva, quando interpelada pela nossa Reportagem sobre o assunto.

Segundo a gerente, somente as funcionárias públicas é que têm acesso ao crédito do banco no qual trabalha devido a problemas de reembolsos.

Por sua vez, o edil de Catandica, Eusébio Gondiwa, disse que avalia positivamente o envolvimento e desempenho da mulher na autarquia na luta contra a pobreza urbana, uma vez que participam massivamente nas actividades socioeconómicas, mas há que vencer a falta de acesso aos recursos financeiros porque o Fundo de Desenvolvimento Distrital, vulgo “sete milhões”, ainda não abrange todo o município.

Gondiwa fez estes pronunciamentos por ocasião do 7 de Abril, Dia da Mulher Moçambicana. Algumas mulheres disseram na Praça dos Heróis que quando vencem as barreiras e se impõem são conotadas como membros dos partidos da oposição e as suas possibilidades de progredir na vida são limitadas e dificilmente ascendem a cargos de chefia.

O representante do partido Frelimo em Báruè, Júlio Luciano, disse que qualquer mulher ou cidadão pode concorrer para qualquer posição importante na sociedade. Não é tarefa do partido no poder seleccionar os candidatos para esses cargos, mas sim do povo.

Por seu turno, o director dos Serviços da Educação e Tecnologia em Báruè, António Tome, disse que, por um lado, nas escolas primárias locais as raparigas estudam mais que os rapazes. por outro, 60% dos funcionários da Educação são mulheres.

Refira-se que as mulheres celebraram o 7 de Abrir com muita euforia, houve danças culturais, jogos de futebol onze e uma encenação de teatro cuja mensagem convidava as mulheres a dedicarem-se aos estudos.

 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!