Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Falsificação de documentos “arrasta” dois indivíduos à cadeia em Maputo

Dois cidadãos encontram-se privados de liberdade, desde a semana finda, acusados de falsificação de documentos, acto que consistiu, em parte, na tentativa de pedido de emissão do bilhete de identidade pela segunda vez sem no entanto reunir a documentação necessária para o feito.

Os visados, cujas identidades não foram avançadas, estão limitados às celas 16a esquadra da Polícia da República de Moçambique (PRM), cita no bairro 25 de Junho, em Maputo.

De acordo com as autoridades policiais, um dos indiciados, por sinal de nacionalidade portuguesa e residente no posto administrativo de Xinavane, deslocou-se a uma das repartições da Direcção Nacional de Identificação Civil (DNIC), onde tentou a sorte pedindo a emissão de um bilhete de identidade recorrendo um cartão de eleitor que não era seu.

Entretanto, em Maio passado, o mesmo individuo pediu um bilhete de identidade que não foi emitido porque não reunia todos documentos completos. Esta informação ficou registada no sistema da DNIC, pelo que da segunda vez, o mesmo sistema alertou que havia uma sobreposição de identidade.

A segunda vítima a contas com os agentes de Lei e Ordem é uma cidadã afecta à Direcção de Identificação Civil do Distrito Municipal KaMubukwana, área de jurisdição da 16a esquadra. Ela suspeita de ser um dos intermediários no esquema de emissão de documentos falsos, em particular de pessoas de nacionalidade estrangeira.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!