Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

FACIM 2009: premiados 19 exportadores nacionais

Dezanove empresas nacionais foram premiadas segunda-feira última, em Maputo, na abertura da Feira Internacional de Maputo (FACIM), uma cerimónia que contou com a presença especial do Presidente moçambicano, Armando Guebuza. 

Na premiação realizada no âmbito da celebração do dia do Exportador Moçambicano, a Companhia do Vanduzi SARL, localizada na província central de Manica, foi a primeira classificada na categoria de empresa com Maior Índice de Crescimento 2007/2008. Esta empresa produz e exporta milho, feijões e piri-piri. Por sua vez, a Mozambique Leaf Tobacco LDA e a Mozal SARL ocuparam o lugar cimeiro nas categorias de Maior exportador de Moçambique Excluindo os Grandes Projectos, em 2008, e Maior exportador de Moçambique dos Grandes Projectos, também em 2008, respectivamente.

O Prémio Revelação, que teve classificação única, coube a Fundação Malonda, localizada na província de Niassa, Norte do país. Esta entidade dedica-se a promoção e facilitação do desenvolvimento do sector privado nesta parcela do país. Enquanto isso, a OVA Lda, empresa vocacionada na produção e exportação de coco e holotúrias, a Dunavant Moçambique, exportadora de algodão e sementes de algodão e a Hidroeléctrica de Cahora Bassa (HCB) ficaram em segundo lugar nas categorias de Maior Índice de Crescimento 2007/2008, maior exportador de Moçambique excluindo os grandes projectos em 2008 e maior exportador de Moçambique dos grandes projectos em 2008, respectivamente.

A Pescamar Lda ocupou o primeiro lugar na qualidade de maior exportador sectorial, com a exportação de Camarão para a França e Portugal, e a Efripel Lda posicionou-se no segundo lugar. No sector agrícola, a Plexus Moçambique Lda foi considerada maior exportadora de produtos classificados, seguida da Companhia Nacional Algodoeira SARL. Estas duas firmas exportam fibra e sementes de algodão para países como Malásia, Emiratos Árabes Unidos, Portugal, Africa do Sul, Chile, Japão, Coreia, Tailândia, Taiwan, entre outros.

Na exportação de produtos agrícolas não tradicionais foram galardoados a Export Marketing Company Lda (primeiro classificado) e a Olam Moçambique Lda (segundo lugar), com a exportação de amêndoa, gergelim, amendoim e feijões para Africa do Sul, Índia, Indonésia, Alemanha, Inglaterra, Estados Unidos da América, México, Japão, entre outros países. No sector mineiro, foram distinguidas na primeira posição a Highland African Mining Company Lda, com a exportação de tantalite e diatomite para os Estados Unidos da América e Hong Kong.

Na segunda posição ficou a Manica Gemas com a exportação de Ouro. No sector de Madeira com maior valor acrescentado, a East African Forestry Products Lda e a Artes Maconde Lda foram galardoadas na primeira e segunda posições, respectivamente. Enquanto isso, a Distribuidora Nacional de Açúcar foi considerada maior exportadora do sector de produtos manufacturados, seguida da Agroindustriais Associados (AIA), com a exportação de cajú para Africa do Sul e Europa.

De salientar que a Distribuidora Nacional de Açúcar, que exporta para República Democrática do Congo, Tanzânia, Madagáscar, Uganda, entre outros países, na premiação do ano passado, foi considerada maior exportadora do país 2007, excluindo os megaprojectos. A celebração do Dia do Exportador Moçambicano associada à FACIM surge “em reconhecimento dos esforços levados a cabo pelos operadores do comercio externo na divulgação e colocação de produtos e serviços moçambicanos além fronteira” segundo explicou o Presidente do Conselho de Administração do Instituto para a Promoção de Exportações (IPEX), José Macaringue.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!