Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Facções da Líbia assinam acordo da ONU para formar governo de unidade

Representantes das facções rivais da Líbia assinaram um acordo mediado pela Organização das Nações Unidas (ONU) nesta quinta-feira para formar um governo de unidade nacional, um pacto que potências ocidentais esperam levar estabilidade e ajudar a combater a presença crescente do Estado Islâmico. Quatro anos após a queda de Muammar Khaddafi, a Líbia está profundamente dividida, com um governo auto-declarado na capital e outro internacionalmente reconhecido no leste, cada um deles apoiado por coligações de ex-rebeldes e milícias.

O acordo da ONU pede a criação de um conselho presidencial que leve a um governo unificado, mas os radicais das duas facções o rejeitam e restam dúvidas sobre como será implementado em um país onde brigadas armadas opositoras detêm a chave do poder.

Cantos de “Líbia! Líbia!” irromperam quando representantes dos dois parlamentos firmaram o entendimento ao lado de conselhos locais e partidos políticos na cidade costeira marroquina de Skhirat depois de mais de um ano de duras negociações. “As portas continuam abertas àqueles que não estão aqui hoje”, disse o enviado da ONU, Martin Kobler, na cerimónia testemunhada por chanceleres regionais.

“A assinatura do acordo político é só o primeiro passo.” Autoridades ocidentais acreditam que o cansaço da guerra, as promessas de ajuda estrangeira, o stresse sobre o sector petrolífero e a ameaça comum do Estado Islâmico ajudarão a criar o ímpeto para a formação do governo nacional e a atrair os opositores.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!