Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Extracção e expropriação de areia ganham proporções alarmantes

Extracção e expropriação de areia ganham proporções alarmantes
A extracção e expropriação de areia para obras de construção civil estão a atingir proporções alarmantes no município de Dondo, na província de Sofala, uma situação que propicia a erosão dos solos.
O bairro residencial de Nhamaiabwe é o epicentro da extracção e expropriação de areia por cidadãos que, mesmo à luz do dia, não teimam em lançar-se aos locais baldios, escavando desmedidamente, conf orme constatou a nossa Reportagem, à margem da visita do governador Alberto Vaquina ao distrito de Dondo. 
 
Anteontem, a comitiva de Alberto Vaquina, que visita Dondo por três dias, desde segunda-feira, viu com desagrado o fenómeno, quando se dirigia ao local de almoço, a sete quilómetros da cidade municipal de Dondo.

Os cidadãos deixam grandes crateras, o que vai contribuir no tempo chuvoso para o surgimento de charcos e, consequentemente, da erosão. A via de acesso também está ameaçada, porque os buracos abertos nas bermas poderão crescer, perigando a vida dos automobilistas e transeuntes. 

 

Informações apuradas indicam que inicialmente as pessoas que desafiam o Conselho Muncipal de Dondo, praticavam a extracção a coberto da noite, mas, com o andar do tempo, sentiram haver impunidade daí que estejam nos dias que correm a desenvolver a actividade perniciosa sem nenhum receio. 
Em relação à situação, a nossa Reportagem entrevistou o substituto do presidente do Conselho Municipal de Dondo, Anselmo Figueira, o qual reconheceu ser um problema grave o que está a acontecer na zona periférica do município, com maior destaque para o bairro residencial de Nhamaiabwe. 
 
“Já constatámos esse problema e concluímos ser grave, porque um dia teremos uma situação mais alarmante do que está a acontecer actualmente” – considerou o nosso entrevistado, reconhecendo ainda ser ilegal o que os munícipes estão a fazer. 
Figueira garantiu que as autoridades municipais vão estancar o mal, colocando pessoal que trabalhará a tempo inteiro para fiscalizar as áreas alvo de extracção de areia. 
 
Aos infractores serão aplicadas multas, cujos valores não precisou, mas garantiu serem pesadas, de modo a desencorajar as pessoas que estão metidas naquele que considerou de negócio nada bom, argumentando que prejudica todos os munícipes, quando chegar a vez de erguerem as suas habitações. 
O vereador para a área de Construção e Urbanização no município de Dondo, Jerónimo Namauera, disse, por seu turno, que uma vez identificado o problema, resta a tomada de medidas para impedir que a situação se dissemine. 
 
“Estamos cientes de que tarde ou cedo vai trazer-nos problemas, por isso medidas severas serão tomadas para evitar que os infractores continuem a extrair a areia nas zonas não autorizadas pelas autoridades municipais” – assegurou. 
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!