Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Exportação do algodão longe das metas no 1o trimestre de 2013

A exportação do algodão moçambicano foi de 24,3 mil toneladas até primeiro trimestre de 2013, contra a previsão inicial de cerca de 70 mil toneladas, segundo fonte documental do Instituto do Algodão de Moçambique (IAM).

O volume de exportações alcançadas permitiu que o Estado moçambicano encaixasse perto de 38 milhões de dólares norte-americanos nos primeiros três meses deste 2013, contra a previsão de 109,2 milhões de dólares norte-americanos.

Entretanto, o IAM destaca o desempenho positivo respeitante à exportação de semente do algodão-caroço que permitiu um encaixe de perto de USD10,9 milhões naquele período.

O valor resultou da exportação de pouco mais de 99,9 mil toneladas de semente de algodão-caroço para indústrias produtoras de óleo e sabão em várias partes do mundo, de acordo ainda com o Instituto do Algodão de Moçambique.

Refira-se que, até finais de 2013, Moçambique prevê comercializar cerca de 135 mil toneladas de algodão, contra perto de 184 mil toneladas conseguidas na campanha anterior de 2012.

Daquele volume, cerca de 20 mil toneladas de algodão serão produzidas na província de Nampula pela empresa SA-NAM, uma sociedade algodoeira que opera naquela região nortenha do país.

Entretanto, esta firma prontifica-se a pagar mais de 5% acima do preço mínimo aprovado pelo Governo, como forma de incentivar associações produtoras de algodão a continuar a desenvolver a actividade.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!