Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Espanha esconde o jogo no treino antes da final

Espanha esconde o jogo no treino antes da final

Vicente del Bosque escondeu este sábado qual será a equipa que irá defrontar amanhã a Holanda na final do Mundial deste domingo. No treino de reconhecimento do Soccer City, o técnico permitiu a presença da imprensa por apenas 20 minutos e não deixou ver os prováveis titulares treinarem contra os suplentes, apesar de alguns jogadores terem vestidos coletes amarelos pudemos ver Puyol e Xabi Alonso de um lado, por exemplo, e David Villa e Xavi de outro algo pouco provável de acontecer quando entrarem em campo amanhã.

{youtube}NFq-s5d9Qro{/youtube}

O grande mistério na equipa de Del Bosque é o ataque, na meia final Pedro roubou o lugar de Fernando Torres e foi titular, mas acabou por perder um golo incrível nos minutos finais que quase custou a vitória sobre a Alemanha. Contra o atacante do Liverpool pesa o fato de ainda não estar com ritmo de jogo após ter se recuperado de lesão no início do Mundial.

Depois da vitória sobre os alemães, o treinador espanhol afirmou que a meia final foi a melhor atuação da Fúria, o que pode influenciar na manutenção do jogador do Barcelona.

“São jogadores de nível espetacular e que ajudam muito o meu trabalho, qualquer seleção gostaria de tê-los. Mas é uma decisão do técnico, e todos iremos acatá-la” afirmou o artilheiro David Villa, na conferência de imprensa antes do treino. Xavi Hernández destacou a filosofia ofensiva da Roja e repartiu o mérito até aqui conseguido com os companheiros “É verdade que o padrão do jogo é parecido com o do Barcelona e que existem muitos jogadores da equipa na seleção titular mas não somos apenas jogadores do Barça toda a Espanha sente-se orgulhosa com o futebol que praticamos.”

O médio do Barcelona acredita que a chave para vencer o jogo está na posse de bola por isso ele e os companheiro irão tentar impôr o seu ritmo no jogo da final “Existem jogadores muito bons no meio campo das duas equipas e a verdade é que quem tiver mais tempo a bola nos pés terá vantagem. Desde que me lembro a Espanha sempre procurou jogar ao ataque, fazendo um jogo atractivo e competitivo. Desde que aqui estou tentamos fazer esse tipo de jogo, amanhã teremos que cuidar dos detalhes todos poís a Holanda é muito parecida connosco”.

O craque não está preocupado com os golos que a Roja não tem marcado “Temos praticado bom futebol, criamos muitas ocasiões de golo apesar de não conseguir concretizar a maioria, mas amanhã espero que melhoremos.” Para concluir Xavi falou da possibilidade de vencer o troféu de Melhor Jogador do Mundial “Para mim o número um é Messi, mas foi eliminado nos quartos. É uma honra estar entre os dez nomeados mas amanhã não vai haver nenhum duelo Sneider e Xavi e sim entre a Holanda e a Espanha, o importante no futebol é o colectivo” sentenciou.

Entretanto, na mesma conferência de imprensa, o capitão da equipa espanhola, Iker Casillas afirmou que apesar de algum nervosismo, e mesmo um frio no estômago, na sua cabeça só pensa em ser campeão do Mundo. E apesar de poder erguer a taça de campeão amanhã não pensa em nenhuma forma diferente de pega-la, Casillas diz que se sentirá orgulhoso mas neste momento pensa no jogo.

{youtube}5bPqUXEtBZ8{/youtube}

Esta foi a primeira vez que a seleção espanhola pisou no relvado do Soccer City, nas duas vezes em que atuou em Johanesburgo, a Fúria jogou no Ellis Park: 2 a 0 sobre Honduras, na primeira fase, e 1 a 0 sobre o Paraguai, nos quartos de final.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!