Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Espanha 1 – Portugal 0: O que eles disseram no fim do jogo

“Hoje sentimos-nos cômodos, jogamos bem e estivemos atentos na defesa. Quando tínhamos a bola, criávamos muitas situações de perigo. Se jogarmos assim, é difícil que nos controlem. A partida é um mérito daqueles que entram. (Fernando) Torres cumpriu com aquilo que tinha que fazer e, internamente, nós sabíamos que estávamos bem. Este grupo quer fazer história, então veremos se a sorte nos ajuda. Ao menos já estamos entre os oito melhores.” Vicente del Bosque, técnico da Espanha.

“A Espanha teve mais posse de bola e é natural que eles tenham dominado o jogo. Por esse controle e as oportunidades que tiveram, o resultado acabou sendo justo. Mas criamos algumas chances e não marcamos. Foi uma pena que não soubemos aproveitá-las, porque isso teria deixado a partida mais equilibrada. Portugal fez um jogo digno, foi para o ataque e os jogadores lutaram até o fim. Eles estão de parabéns. De qualquer forma, temos que voltar mais fortes da próxima vez.” Carlos Queiroz, técnico de Portugal.

“É verdade que fiz bem meu trabalho, mas, num Mundial, os desempenhos individuais não contam para nada: ficam sempre para segundo plano. O que interessa é a equipa. Ser eliminado de um Mundial depois de sofrer apenas um golo é frustrante. Uma defesa forte e solidária é uma das imagens-marca de Portugal, mas acabamos por sofrer o golo que não devíamos ter sofrido. Tivemos boas oportunidades na primeira parte, mas, na segunda, a Espanha criou mais chances. Acabou o sonho.” Eduardo, guarda-redes de Portugal.

“Não é que fique surpreendido (pela substituição). É lógico que fiquei chateado, porque queria jogar mais tempo. Não estava esgotado. Mas somos uma equipa, perdemos todos. Ele (Carlos Queiroz) é o treinador e decide quem mete e quem tira. Eu penso que fiz o meu melhor. Somos 23 e há um treinador que manda. Nós só temos de dar o nosso melhor. Ganhou a melhor equipa, claro que ganhou. A Espanha bateu-se muito bem, mas temos de sair de cabeça erguida.” Hugo Almeida, avancado de Portugal.

“Vamos passo a passo. Este de hoje foi um grande passo, e o rival nos exigiu muito. Deixamos para trás um adversário muito difícil. Confiamos muito em nós mesmos e sabemos do nosso potencial. É uma das minhas partidas mais felizes, com um gol que nos ajudou a avançar.” David Villa, avançado da Espanha.

“Estou muito feliz pela vitória. Com a equipa que temos, podemos dominar qualquer partida, e é isso que temos feito. A entrada de (Fernando) Llorente deu muito à equipa. Era necessário vencer. Agora temos de pensar no Paraguai.” Gerard Piqué, defesa da Espanha.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!