Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Equador volta a sofrer forte terremoto

Um forte terremoto de magnitude 6,0 atingiu na noite de quinta-feira a costa do Equador, já vitimada na semana passada por um tremor que matou 587 pessoas e cujos sobreviventes ainda clamam por alimento, água e remédios em partes da região do desastre.

O sismo mais recente aconteceu cerca de 100 quilómetros a norte-noroeste de Portoviejo e a uma profundidade de 10 quilómetros, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS). Não houve relatos imediatos de danos nem alerta de tsunami.

O presidente equatoriano, Rafael Correa, disse no Twitter que três tremores secundários foram registados na noite de quinta-feira, acrescentando “sejam fortes!”.

O terremoto avassalador de sábado atingiu a impressionante magnitude de 7,8.

“Estamos a tentar sobreviver. Precisamos de comida”, disse Galo Garcia, advogado de 65 anos, enquanto esperava em uma fila para receber água de um camião numa vila litoral do cantão de San Jacinto.

“Não há nada nas lojas. Estamos a comer os vegetais que cultivamos”. Uma multidão próxima exclamava “queremos comida”.

O governo socialista de Correa, que enfrenta uma tarefa de reconstrução monumental em um momento de perda de arrecadação devido à queda no preço do petróleo no país-membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), disse não haver carência de suprimentos, só problemas na distribuição que devem ser resolvidos rapidamente.

Correa afirmou que o Equador irá aumentar alguns impostos temporariamente, oferecer ativos para venda e possivelmente emitir títulos no exterior para custear a reconstrução após o tremor do sábado. Ele estimou os danos entre 2 e 3 biliões de dólares.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!