Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Envenenamento por chumbo mata mais 400 crianças na Nigéria

O envenenamento por chumbo provocado pelo garimpo ilegal de ouro matou mais 400 crianças no norte da Nigéria desde novembro, disseram autoridades esta segunda-feira. Os novos dados sugerem que o número de vítimas fatais por causa desse problema no Estado de Zamfara (norte) está a crescer, depois de a ONU alertar que a contaminação por chumbo na região já havia matado pelo menos 400 crianças de março e outubro do ano passado.

A atração do garimpo é tamanha que agricultores empobrecidos costumam escavar a rocha com as próprias mãos, mas o minério retirado em torno das suas aldeias contém elevadas concentrações de chumbo, contaminando o ar, o solo e a água.

O excesso de chumbo causa danos irreparáveis para os sistemas nervoso e reprodutivo e para os rins. É especialmente nocivo em crianças pequenas e mulheres grávidas e lactantes, que passam o metal para os fetos ou para seus bebês. “O organismo imaturo das crianças expostas a solos e ferramentas contaminados tende a absorver rapidamente o chumbo associado, e neste processo envenenam-as, levando a convulsões, paralisia e até morte”, disse Muhammad Sani-Sidi, diretor-geral da Agência Nacional de Gestão de Emergências, em nota divulgada na segunda-feira.

Um relatório da ONU feito este ano com base em uma missão conjunta de avaliação disse que níveis elevados de poluição por chumbo foram encontrados no solo, e que os níveis de mercúrio no ar estavam quase 500 vezes acima do limite aceitável em algumas aldeias de Zamfara.

O relatório disse que muitas crianças menores de 5 anos e vários adultos apresentaram exames com “níveis extremamente altos de chumbo no sangue”, e que pelo menos uma amostra de água potável tinha uma presença de chumbo cerca de dez vezes superior ao limite recomendado pela ONU.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!