Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Empresas de Quelimane devem 11 milhões de meticais ao INSS

Mais de 11 milhões de meticais é o valor que as mais de seiscentas empresas, de um total de 1.732 instaladas na cidade de Quelimane, na província da Zambézia, devem ao Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), devido à falta de canalização dos valores descontos aos seus trabalhadores para os cofres daquela instituição pública, ao longo do ano em curso.

Por causa deste factor, mais de mil famílias não poderão beneficiar-se de segurança social casos necessitem, uma vez que as suas entidades patronais não canalizam as contribuições ao INSS.

Entretanto, para Hélio Henriques, chefe do Departamento das Relações Públicas no INSS, Delegação da Zambézia, a situação tende a melhorar, visto que, mensalmente, têm sido emitidas notificações para que as empresas visadas regularizem as suas situações dentro dos prazos estipulados por lei, que varia entre dois e seis meses, dependendo do valor em causa.

O nosso entrevistado explicou que as notificações emitidas às firmas visam, também, criar um ambiente de negociações entre as partes, principalmente quando as empresas em causa encontrarem-se em situação financeira crítica, pois são dadas a oportunidade de pagarem o montante em prestações. Este ano, pelo menos 1.074 companhias têm a sua situação regularizada no que tange à canalização das contribuições dos seus empregados do INSS, na cidade de Quelimane.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!