Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Empreiteiros desonestos levados ao tribunal em Nampula

O sector da Educação da província de Nampula remeteu ao tribunal alguns casos relacionados com o abandono de obras de construção de salas de aula em diversos distritos deste ponto da região Norte do país, entre os períodos 2010 e 2012, segundo a governadora Cidália Chaúque.

 

A governante, que falava numa visita à Direcção Provincial da Educação e Cultura, disse que um número considerável de empreiteiros que abandonaram as obras adjudicadas pelo Governo já está a ser ouvido pela Justiça, uma vez que as suas acções colocam em causa o bom funcionamento do ensino em Nampula.

Cidália Chaúque afirmou ainda que alguns desses empreiteiros poderão não ser aceites nos concursos do Estado porque o facto de não honrarem os seus compromissos mancha também o governo local.

Entretanto, informações em nosso poder Jornal dão conta de que o problema de abandono de obras de construção de salas de aula em Nampula é principalmente da responsabilidade do governo porque não desembolsa o dinheiro dentro dos prazos acordados com os empreiteiros.

A Chaúque disse que este ano foram lançados concursos públicos para a construção de 85 salas de aula nos distritos da Ilha de Moçambique, Mossuril, Memba, Nacala-Porto e Nacala-a-Velha.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!