Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Embaixada dos EUA oferece redes mosquiteiras ao MDN

No âmbito do Dia Mundial da Malária que se assinala a 25 de Abril, Sábado, a Embaixada dos EUA em Moçambique ofereceu, ontem, ao Ministério da Defesa Nacional (MDN) um número não especificado de redes mosquiteiras tratadas com insecticidas.

 A oferta, que vem do Departamento de Defesa dos EUA, através do Plano de Emergência do Presidente dos EUA para o Alívio do SIDA (PEPFAR), é dirigida especialmente aos novos recrutas. Sendo que cada soldado (novo recruta) vai receber uma rede mosquiteira e a PSI vai se encarregar em providenciar informações relativas à malária e o bom uso das redes mosquiteiras.

Tendo em conta que a malária é a principal causa de mortalidade em Moçambique e que os altos índices de malária põe em risco acrescido as pessoas seropositivas, o PEPFAR, um programa avaliado em 180 mil dólares norte-americanos, é implementado em parceria com a Population Services International (PSI), uma ONG americana líder em técnicas de Marketing Social.

A cerimónia de entrega, que teve lugar no Comando da Marinha da Guerra de Moçambique, contou com a presença do ministro da Defesa Nacional, Filipe Nyussi, do Encarregado de Negócios da Embaixada dos EUA, Toada Chapman, do Chefe do Estado- Maior General, General Paulino Macaringue, do Representante da PSI, Arild Drivdal, entre outros membros das Forças Armadas de Moçambique.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!