Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Embaixada dos EUA oferece redes mosquiteiras ao MDN

No âmbito do Dia Mundial da Malária que se assinala a 25 de Abril, Sábado, a Embaixada dos EUA em Moçambique ofereceu, ontem, ao Ministério da Defesa Nacional (MDN) um número não especificado de redes mosquiteiras tratadas com insecticidas.

 A oferta, que vem do Departamento de Defesa dos EUA, através do Plano de Emergência do Presidente dos EUA para o Alívio do SIDA (PEPFAR), é dirigida especialmente aos novos recrutas. Sendo que cada soldado (novo recruta) vai receber uma rede mosquiteira e a PSI vai se encarregar em providenciar informações relativas à malária e o bom uso das redes mosquiteiras.

Tendo em conta que a malária é a principal causa de mortalidade em Moçambique e que os altos índices de malária põe em risco acrescido as pessoas seropositivas, o PEPFAR, um programa avaliado em 180 mil dólares norte-americanos, é implementado em parceria com a Population Services International (PSI), uma ONG americana líder em técnicas de Marketing Social.

A cerimónia de entrega, que teve lugar no Comando da Marinha da Guerra de Moçambique, contou com a presença do ministro da Defesa Nacional, Filipe Nyussi, do Encarregado de Negócios da Embaixada dos EUA, Toada Chapman, do Chefe do Estado- Maior General, General Paulino Macaringue, do Representante da PSI, Arild Drivdal, entre outros membros das Forças Armadas de Moçambique.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!