Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Em cinco anos: metade dos distritos terá agência bancária

Pelo menos metade dos 128 distritos que Moçambique possui terá uma agência bancária ou uma instituição de micro – finanças, dentro de cinco anos, na sequência da Campanha Nacional de Promoção de Poupança (CNPP), a ser lançada no país.

A implementação da CNPP foi aprovada esta semana pelo Conselho de Ministros, tendo como objectivo incentivar um movimento massivo de promoção de poupança e consciencialização dos vários actores, no âmbito da iniciativa de expansão das actividades bancária e financeira para as zonas rurais. Segundo o porta-voz do Governo, Luís Covane, a campanha vai durar cinco anos, durante os quais se pretende usar o sector financeiro como veículo para estimular a produção, com vista a criar a autonomia nacional e reduzir a dependência externa. A aposta do governo é de, nos próximos dez anos, pelo menos 80 por cento da população moçambicana tenha acesso aos serviços de poupança. “Esperamos também que para um milhão de habitantes tenhamos 10 agências bancárias ou instituições financeiras. Do ponto de vista da área geográfica a ser coberta, pretendemos que para cada 100 quilómetros quadrados haja uma instituição bancária”, disse Covane, falando a jornalistas. Para tal, segundo Covane, tornar-se-á necessário estimular as instituições de poupança e de micro-créditos ao nível dos distritos e incentivar a domiciliação das contas do Estado no Banco de Moçambique (o emissor) no quadro da implementação da Conta Única do Tesouro.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!