Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Elite norte-coreana promete lealdade a jovem líder Kim

A elite política e militar da Coreia do Norte prometeu publicamente lealdade ao líder Kim Jong Un, esta terça-feira (17), menos de uma semana depois de ele ter ordenado a execução de um poderoso aliado da família, num raro expurgo público.

O jovem líder foi o centro das atenções numa grande cerimónia em Pyongyang para marcar o segundo aniversário da morte do seu pai, Kim Jong Il. A exibição pública de lealdade aconteceu apenas alguns dias depois da execução, na semana passada, do tio de Kim Jong Un, Jang Song Thaek, considerado o segundo homem mais poderoso da Coreia do Norte.

Imagens de televisão estatal mostraram Kim Jong Un sentado no centro do palco debaixo de um enorme mural vermelho com uma bandeira estampada com uma foto do pai dele a sorrir. Uma ausência perceptível no palco foi da tia paterna do jovem líder, Kim Kyung Hui, irmã de Kim Jong Il e esposa de Jang.

Juntos, ela e Jang eram considerados o “casal do poder de Pyongyang” e vistos como a verdadeira força por trás da liderança norte-coreana. “Ao eliminar a única outra facção, o poder na Coreia do Norte está agora totalmente concentrado em Kim Jong Un”, disse Cheong Seong-jang, do Instituto Sejong, um centro de estudos com sede em Seul.

Kim, que acredita-se ter cerca de 30 anos, assumiu o poder depois da morte do pai, em Dezembro de 2011.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!