Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Eleições Autárquicas (intercalares), os candidato ao Município de Cuamba

Eleições Autárquicas (intercalares)

Na capital económica do Niassa dois candidatos disputam a vaga de Edil, deixada em livre por Maximiliano Maloa, eleito no último pleito municipal. Conheça o candidato pelo partido Frelimo e MDM.

Vicente da Costa Lourenço é a aposta da Frelimo nas eleições autárquicas intercalares de 7 de Dezembro. Afirma que a sua candidatura é uma necessidade para preencher um espaço vazio e dar continuidade o manifesto do seu partido. “Senti uma grande vontade de ajudar o meu partido porque havia um vazio e isto significa para mim uma grande responsabilidade e acima de tudo confiança”, diz.

Lourenço nasceu na localidade de Mitucué, no povoado de Mussala, distrito de Cuamba, na extensa província de Niassa, a 07 de Agosto de 1967. Vido de uma família humilde, ele cresceu entre Mussala e Gurué, na província da Zambézia, onde frequentou o ensino primário e secundário.

Actualmente, desempenha a função de director distrital de Educação, Juventude e Tecnologia de Cuamba. É professor de profissão, tendo ingressado na educação em 1984. Começou a leccionar como professor de ensino primário e, mais tarde, depois de frequentar a Universidade Pedagógico, passou para o ensino secundário.

Na política, é pouco experimentado, sem grandes destaques. O seu percurso político resume-se ao seu ingressou na Frente de Libertação de Moçambique em 1984. Começou a trabalhar nas zonas libertadas de Mavago, em Niassa. Iniciou a sua militância nas células do partido Frelimo.

Quanto a sua visão e expectativas, Vicente da Costa Lourenço afirma que o manifesto da Frelimo ainda não terminou e, portanto, em caso de vitória, vai dedicar-se à continuidade. Os problemas de degradação das vias de acesso e os problemas de falta de água vão continuar a merecer atenção do munícipio.

Maria José Moreno Cuna nasceu em Lichinga, capital da província de Niassa, mas cresceu na cidade de Cuamba para onde foi viver quando tinha apenas uma semana de vida. Passou toda sua infância e parte adolescência nesse município. Morou nessa urbe até Julho de 1976, tendo partido para Portugal para dar continuidade aos estudos. De 1979 a 1982 foi para Suiça (Cantão de Vaux) e Inglaterra (Cambridge), tendo se formado em Secretariado de Direcção e Inglês, e regressou ao país depois dos Acordo Geral de Paz.

Nascida a 28 de Março de 1959, Maria Moreno é filha de José Caetano Moreno e de Ana João Chukwa, casal que construiu um dos mais notáveis empreendimentos de Cuamba e que goza de um certo respeito dos munícipes desta urbe. Ela é casada com Armando Cunha com qual tem dois filhos.

Muita experimentada na política, Maria Moreno tem percurso político invejável. Ela irá concorrer pelo Movimento Democrático de Moçambique (MDM) à presidência do município de Cuamba. É uma militante do MDM desde a primeira hora da formação do partido e chegou a ser um dos nomes falados para a função de Secretária-Geral do partido. Mas a sua história na arena política nacional começa muito antes.

Entre 1993 e 1994, trabalhou como secretária do Secretário-Geral da Renamo. Em 2003 e 2008 foi candidata à presidente do município de Cuamba e no ano em curso (2011) repete a proeza pelo MDM. Uma sondagem realizada pela Universidade A Politécnica exclusivamente para o jornal “O País” revela que Maria Moreno está à frente nas intenções de voto dos munícipes de Cuamba.

Entre 2005 e 2008, chefiou a bancada parlamentar da Renamo na Assembleia da República. É membro da comissão política. Tem fortes possibilidades de vir a disputar e vencer as intercalares em Cuamba, se isso vier a acontecer poderá entrar na história do país como sendo a primeira mulher edil.

A necessidade de mudar o estado de abandono em que se encontra a cidade de Cuamba – estradas sem asfalto, lixo, entre outros problemas – e responder às crescente inquietações dos munícipes são os principais motivos que a levam para a disputa.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!