Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Duas moçambicanas no cinco ideal do Afrobasket de clubes: Leia Dongue como MVP e Ana Suzana melhor triplista

Duas moçambicanas no cinco ideal do Afrobasket de clubes: Leia Dongue como MVP e  Ana Suzana melhor triplista

Foto FIBAA internacional moçambicana ao serviço da equipa do 1º de Agosto, Leia Dongue, foi eleita jogadora mais valiosa (MVP) da 21ª edição da Taça de África dos Clubes Campeões em basquetebol feminino que terminou neste domingo(06) com a consagração da sua equipa. A também moçambicana Ana Jaime Suzana, do Ferroviário de Maputo, foi eleita para o cinco ideal e a melhor triplista da prova.

Os 28 pontos, 18 ressaltos, três assistências e quatro desarmes de bola com que ajudou a equipa a conquistar o troféu pesaram na eleição, além da performance ao longo da competição com pontuação acima de um dígito em todos os desafios.

Aos 25 anos de idade, Leia (1,85 m e 85 kg) obtém o título de mais valiosa jogadora da taça africana pela segunda vez consecutiva, depois da eleição em 2014, em Sfax, na Tunísia.

A jogadora da equipa “militar” de Angola integra ainda o cinco ideal da competição, com a sua companheira Maimouna Diarra, Italee Lucas (Interclube de Angola), Ana Jaime Suzana (Ferroviário de Maputo) e Sara Shaque (USIU do Quénia).

As distinções abrangeram também a queniana Sara Shaque, melhor marcadora e ressaltadora da prova, e a moçambicana Ana Jaime Suzana, melhor triplista, enquanto o Berco Star do Burundi foi considerada equipa “fair play”.

O Ferroviário de Maputo terminou a mais importante prova continental de clubes na terceira posição.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!