Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Duas crianças morrem num incêndio causado pela Polícia em Montepuez

Duas crianças morreram carbonizadas e várias famílias abandonaram a comunidade de Namutcho e perderam os seus bens em virtude de um incêndio alegadamente provocado pela Polícia, na manhã da última segunda-feira (16), no posto administrativo de Namanhibir, a 40 quilómetros da cidade de Montepuez, na província de Cabo Delgado.

Um cidadão que presenciou o incidente contou ao @Verdade que um contingente da Polícia da República de Moçambique (PRM), do qual faziam parte elementos da Força de Intervenção Rápida (FIR), invadiu a comunidade de Namutcho, supostamente a mando dos proprietários da Montepuez Ruby Mining, e ateou fogo, deliberadamente, nas casas com vista a forçar a população a abandonar a área para dar lugar à exploração mineira.

A nossa Reportagem apurou, também, que há bastante tempo que a Montepuez Ruby Mining tentava expulsar os moradores daquela zona. Para o efeito, para além de viaturas da corporação, foram mobilizados veículos particulares tais como minibuses.

Entretanto, o recurso à força para desalojar a população daquela região resultou na morte de duas crianças, das quais uma se encontrava sozinha quando a habitação foi incendiada. A mãe da vítima acaba de sair de casa para algures nas proximidades da sua área de residência; por isso, quando se apercebeu da agitação regressou às pressas para evitar o pior mas já era tarde.

Noutro caso, o menor perdeu a vida quando se preparava par ir a escola. Apavorada, a população fugiu em debandada para a comunidade de Nanhubo. Dos domicílios incendiados, construídos com base em material precário, consta o do líder comunitário cujo nome não apurámos.

De referir que em Namanhibir, a Montepuez Ruby Mining explora rubis que têm estado na origem e ferimento e mortes de vários jovens. Trata-se de uma companhia criada em Setembro de 2011 para explorar uma das maiores reservas de rubis do mundo em Namanhumbir e resultpou da fusão entre a MWIRIT, Lda e a GEMFIELDS, respectivamente empresas mineiras moçambicana e britânica.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!