Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Doze funcionários do Estado acusados de corrupção na província de Maputo

A Procuradoria Provincial de Maputo acusa pelo menos 12 funcionários afectos a deferentes instituições do Estado, tais como municípios, escolas e direcção de finanças de prática de corrupção e peculato. Alguns processos-crime já foram remetidos ao tribunal para os devidos efeitos e outros encontram-se na fase de instrução preparatória.

Alguns implicados, cujos nomes são omissos por respeito ao princípio de presunção de inocência, são os directores do Planeamento e Infra-estruturas no distrito de Boane e da Polícia Municipal na cidade da Matola. O processo daquele ainda está em instrução preparatória, enquanto deste último já foi remetido ao tribunal.

Um processo, igualmente acusado e remetido ao tribunal, envolve seis técnicos administrativos do Conselho Municipal da Cidade da Matola, disse a Procuradora Provincial, Sheila Nhanala.

Sem fornecer detalhes sobre os crimes que as indiciados cometeram, a fonte afirmou que ao todo são sete processos-crime.

Nos referidos casos também está envolvido um director da Escola Primária da Matola-Sede, cujo processo está em instrução preparatória. Num outro, na mesma fase, o implicado é um técnico superior em Orçamento e Contabilidade, afecto à Direcção de Plano e Finanças na Província de Maputo.

Aliás, uma chefe de secretaria da Escola Primária Completa de Inguelane, no distrito de Marracuene, província de Maputo, a qualquer momento poderá sentar no banco dos réus, pois a sua acusação já está em poder do tribunal.

No distrito da Manhiça, um chefe do posto administrativo de Maluana está, também, na mira da justiça por prática de corrupção e peculato.

O sua acusação encontra-se na fase de instrução preparatória. Refira-se que a Procuradoria Provincial de Maputo é um órgão subordinado da Procuradoria-Geral da República (PGR), localizado na cidade da Matola.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!