Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Domenech não aperta mão de Parreira após eliminação

Raymond Domenech, o polêmico treinador da selecção da França, não deixou de chamar atenção até o último momento, na terça-feira após a derrota por 2 a 1 contra a África do Sul pelo Grupo A da Copa em Bloemfontein, recusando-se a apertar a mão de Carlos Alberto Parreira.

Após o apito final do árbitro colombiano Óscar ruiz, o experiente e prestigiado treinador dos “Bafana Bafana”, campeão mundial à frente da selecção brasileira em 1994, dirigiu-se ao francês e estendeu a mão para cumprimentá-lo, mas Domenech a rejeitou enquanto dava uma entrevista à uma rede de televisão.

A África do Sul, anfitriã do Mundial, acabou com as esperanças dos franceses ao derrotá-los por 2 a 1, e se ambos saíram eliminados da competição, os actuais vice-campeões mundiais terminaram em último do grupo, liderado pelo Uruguai e seguido pelo México.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!