Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Dois moçambicanos detidos por posse de madeira processada em Sofala

Dois cidadãos, entre eles uma mulher, encontram-se detidos, desde a semana passada, no Comando Distrital da Polícia da República de Moçambique (PRM), no distrito de Dondo, província de Sofala, acusados de corte e transporte ilegal de madeira, acto que é sobremaneira atribuído aos chineses.

Os visados são de nacionalidade moçambicana. Em sua posse, as autoridades confiscaram 285 tabuas de madeira da espécie chanfuta.

A detenção aconteceu quando os dois indivíduos se encontravam a descarregar a mercadoria no Posto da Estacão de Dondo, segundo Daniel Macuácua, porta-voz da PRM em Sofala.

De acordo com a Polícia, a madeira em questão foi extraída nos postos administrativos de Inhamitanga e Murraça , nos distritos de Caia e Cheringoma, respectivamente. Eles não dispõem de “nenhum documento que lhes permite exercer tal actividade”.

A mulher implicada no caso disse que há semanas deslocou-se à Inhamitanga à procura de milho para revender.

Chegado ao destino, alguém surgiu a vender as pranchas de madeira e optou em mudar de negócio.

Já o homem que é tido como comparsa da senhora, alegou também que não sabia que estava a se envolver em crime.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!