Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Dois generais mexicanos são presos por suspeita de tráfico

Os investigadores mexicanos estão a interrogar um ex-ministro da Defesa e um general suspeitos de ligações com o narcotráfico, em mais um escândalo que envolve militares de alta patente no meio da “guerra às drogas” iniciada há cinco anos.

Os soldados detiveram, Terça-feira, o general da reserva Tomas Angeles Dauahare e o general Roberto Dawe González, que foram entregues à unidade policial de combate ao crime organizado, segundo as autoridades.

Angeles Dauahare foi o número 2 das Forças Armadas e como tal teve participação importante na mobilização militar contra traficantes, ordenada pelo presidente Felipe Calderón logo depois da sua posse, em 2006. Dauahare aposentou-se em 2008.

Dawe González continua na activa. Ele comandava uma unidade de elite do Exército em Colima (oeste), e a imprensa disse que anteriormente ocupou cargos em Estados violentos, como Sinaloa e Chihuahua.

Um funcionário da Procuradoria-Geral mexicana disse, sob anonimato, que os generais passarão vários dias detidos para interrogatórios, e poderão depor à Justiça.

Se eles forem condenados por narcotráfico, será o mais sério caso de corrupção militar durante o governo de Calderón.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!