Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Divulgada lista de traidores da causa dos médicos

No princípio da tarde desta quarta-feira, dia 9 de Janeiro e terceiro dia da greve dos médicos, começou a circular um documento com o número dos médicos que optaram por não tomar parte nas reivindicações lideradas pela Associação Médica de Moçambique (AMM).

@Verdade teve acesso a seguinte lista que passa a publicar o teor da lista. Omitindo apenas os nomes dos “traidores”. Efectivamente, o número de profissionais de saúde que ignoraram as ordens da AMM é muito baixo e não compromete a causa. Na província de Manica, por exemplo, apenas quatro médicos apresentaram-se nos seus postos de trabalho.

Em Inhambane, um dos lugares onde houve pressão por parte do Director Provincial da Saúde, apenas seis médicos foram aos seus locais de trabalho. No Hospital Central de Maputo três médicos especialistas são apontados como carrascos dos grevistas, com promessas de detenção a mistura.

Os directores províncias de Saúde de Gaza, Inhambane, Zambézia e Manica estão na lista negra dos médicos grevistas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!