Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Disfarçados de curdos, os insurgentes do Estado Islâmico avançam no Iraque

Os militantes do Estado Islâmico avançaram sobre a cidade iraquiana de Qara Tappa, esta segunda-feira (20), disfarçados como combatentes curdos peshmerga, disseram as fontes de segurança curdas.

Eles tomaram dois vilarejos curdos depois de surpreender os combatentes da etnia e antes de lançar o ataque a Qara Tappa, 120 quilómetros ao norte de Bagdad, com a meta de ampliar o seu território e aumentar a pressão sobre as forças curdas nas áreas em disputa.

“Os terroristas usavam uniformes peshmerga, e essa táctica ajudou-os a infiltrar facilmente as nossas defesas perto de Qara Tappa”, afirmou uma autoridade peshmerga sob condição de anonimato. Reforços estavam a ser enviados da cidade de Khanaqin, sob controle curdo, para repelir os insurgentes e evitar a ocupação da cidade de Qara Tappa, disseram as fontes.

Qara Tappa é uma área mista de árabes sunitas, curdos e turcomenos que os curdos dominaram quando os seus representantes iraquianos aproveitaram a queda da maioria dos territórios sunitas no norte do Iraque nas mãos dos combatentes do Estado Islâmico em Junho para ampliar as suas próprias fronteiras.

Entretanto, o Estado Islâmico montou no início de Agosto uma ofensiva contra os curdos, chegando a poucos quilómetros de Arbil, capital da região do Curdistão, antes de ataques aéreos dos Estados Unidos forçarem o grupo a recuar.

As autoridades de segurança curdas e os moradores relataram que os militantes aproximaram-se de Qara Tappa pelas cidades vizinhas de Saadiya e Jalawla, que já tinham sido tomadas dos curdos. As autoridades peshmerga e os representantes médicos disseram que pelo menos 15 pessoas foram mortas, incluindo vários combatentes peshmerga e oito moradores.

No centro da capital Bagdad, um homem-bomba matou 11 pessoas e feriu outras 28 dentro de uma mesquita xiita, onde os fiéis participavam de uma cerimónia matutina, informaram um policial e uma autoridade médica. Cinco carros-bomba também explodiram na cidade de Kerbala, um santuário xiita, matando três pessoas e ferindo 27, segundo uma autoridade de segurança.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!