Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Direcção da Escola Primária de Napuco elimina 6ª e 7ª classes por falta de alunos

A direcção da Escola Primária Completa de Napuco, na província de Nampula, Norte de Moçambique, eliminou algumas turmas da 6ª e 7ª classes devido à falta de alunos para frequentar as aulas. Consequentemente, quatro professores aguardam pela transferência para as outras instituições de ensino.

O facto deu-se concretamente no distrito de Murrupula, onde a aludida escola dista cerca de 50 quilómetros da vila-sede distrital.

Alfredo Salimo, director distrital de Educação, Juventude, Ciência e Tecnologia em Murrupula, explicou que a falta de estudantes para esta actividade de instrução ocorre também nas turmas da 1ª e 5ª classes porque para além de casamentos prematuros, os pais e encarregados de educação obrigam as crianças a dar prioridade à machamba.

A fonte responsabilizou, em parte, os professores pelo sucedido supostamente porque no princípio do presente ano lectivo fracassaram nas campanhas de sensibilização no sentido de incutir nas comunidades a importância da escola para os seus filhos.

Os educados que constavam das turmas desfeitas foram aconselhados a pedir integração noutros estabelecimentos de ensino, cujo acesso é também difícil devido às longas distâncias.

Refira-se que a descoberta dos referidos alunos aconteceu aquando de uma visita relâmpago que Alfredo Salimo fez a Napuco. Segundo ele, muitos alunos da 6ª classe têm, por exemplo, dificuldades de escrita, de leitura e não sabem entoar o Hino Nacional.

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!