Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Diário da campanha eleitoral: troca de acusações em Cuamba

Em Cuamba, o quarto dia de campanha eleitoral foi marcado por acusações.

O membro da Comissão Política do Movimento Democrático de Moçambique (MDM) acusou o partido Frelimo em conluio com o Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE) em Cuamba de estar a preparar uma fraude eleitoral, recolhendo cartões dos eleitores porta-a-porta usando a polícia.

Vicente Lourenço, candidato da Frelimo em Cuamba, desdramatizou a acusação, dizendo que as mesmas não passam de manobras políticas para distrair o eleitorado.

A candidata do MDM, Maria Moreno, passou o dia num debate eleitoral na Escola Secundária Padre Menencom, onde mais uma vez prometeu resolve a crise de água por meio de ajuda exterior e influência pessoal, além de ter prometido acabar da corrupção na polícia

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!