Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Dez distritos da província da Zambézia sem instituições bancárias

Dez dos 17 distritos da província central da Zambézia estão desprovidos de qualquer instituição bancária, situação que obriga os agentes económicos e população local, em geral, a enterrar dinheiro ou a guardá-lo noutros sítios considerados inapropriados.

Já na vizinha província de Sofala, o cenário afecta cinco distritos, uma vez que instituições bancárias funcionam em seis deles com 65 ATMs acoplados nos 38 balcões em pleno funcionamento naquela região, apurou o Correio da manhã na cidade da Beira.

Agentes económicos e população dos distritos da Zambézia e Sofala recentemente visitados pelo Presidente da República, Armando Guebuza, queixaram-se da falta daquelas instituições financeiras, bem como da telefonia móvel e energia da Hidroeléctrica de Cabora Bassa (HCB), “dificuldades que concorrem para um franco desenvolvimento desta localidade”, sintetizou António Namarroi, camponês da localidade de Macuse, no distrito de Namacurra, na Zambézia.

Para além de Namacurra, não há nenhuma instituição bancária em funcionamento nos distritos do Ile, Gilé, Namarrói, Chinde, Inhassunge, Pebane, Maganja da Costa, Alto-Molócuè e Mopeia.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!