Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Detidos ladrões de gado em Maputo

Dois indivíduos encontram-se detidos no distrito de Boane, província de Maputo, Sul do país, indiciados de roubo de gado.

Os indivíduos em causa, de 23 e 24 anos de idade, foram interceptados pela Polícia moçambicana (PRM) na posse de 28 cabritos que haviam sido roubados a um criador do distrito de Matutuine, também na província de Maputo.

Na altura em que foram interceptados pela Polícia, os cabritos em causa estavam sendo transportados numa carrinha que se supõe tenha sido alugada.

“Os cabritos foram devolvidos ao proprietário e a viatura em que estavam sendo transportados encontra-se parqueada no Comando da PRM em Boane”, disse o porta-voz do Comando-geral da PRM, Pedro Cossa, falando hoje durante o habitual briefing semanal da Polícia a imprensa.

Nos últimos meses, tem sido comum o roubo de gabo na província de Maputo, particularmente nos distritos de Moamba e Magude, que possuem maior população bovina ao nível daquele ponto do país. Os criadores de gado dizem haver conivência ou mesmo participação directa de alguns agentes nesses casos.

Em Junho passado, criadores do distrito de Moamba acusaram o comandante da PRM ao nível local, Hilário Rangera, de estar ligado a redes de roubo de gado. Na altura, os criadores de gado chegaram mesmo a exigir a retirada daquele oficial da Polícia.

No seu contacto com a imprensa, Pedro Cossa disse não se ter constatado nenhum envolvimento de Rangera a casos de roubo de gado, mas mesmo assim ele foi transferido do Comando da PRM em Moamba para “outras funções”, alegadamente porque lá já não havia ambiente favorável para o seu trabalho.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!