Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Detido cabecilha do tráfico de haxixe Angoche

Um funcionário bancário reformado e antigo vereador do município de Angoche, na província de Nampula, no norte de Moçambique, e outras cinco pessoas foram detidas pela Polícia da República de Moçambique (PRM), indiciados de tráfico de droga naquela cidade.

Segundo escreve, Sábado, o jornal “Notícias”, Faustino Omar Mucussete e seus comparsas, agora nas celas do Comando Provincial da PRM na cidade de Nampula, estava na posse de 23 pacotes de meio quilograma de haxixe cada, na altura da sua detenção.

As autoridades policiais já se encontram na posse de 26 quilogramas daquele estupefaciente, acreditando que outras quantidades possam estar escondidas nalgumas ilhas localizadas na costa marítima de Angoche.

O grupo chefiado por Mucussete, integra quatro marinheiros de uma empresa de pesca fundada pelo ex-bancário, aparentemente com dinheiro proveniente do tráfico de droga. De referir que no passado dia 17 deste mês, a PRM apreendeu 14 quilogramas de haxixe em Angoche na posse de um indivíduo cuja identidade não foi revelada.

Há fortes indícios que a droga agora apreendida terá sido baldeada de um navio ao largo de Angoche, transportada depois por pequenas embarcações para as diferentes ilhas da região.

A “mercadoria” era posteriormente armazenada no Posto Administrativo de Aube e, dali, seguia, através de camiões do cabecilha, para a cidade de Nampula e outros pontos da província e não só, onde era comercializada.

A Polícia supõe que o negócio terá gerado considerável lucro, o que permitiu a Faustino Omar Mucussete a compra das embarcações e a constituição de uma frota de camiões de grande tonelagem, adquiridos na vizinha Tanzânia.

A exibição de sinais de riqueza por indivíduos que até a altura dos factos não possuíam nenhuma actividade que gerasse riqueza, levou a polícia a suspeitar que algo estava a acontecer na pacata cidade de Angoche, o que a levou a desencadear uma investigação que conduziu à descoberta dos traficantes.

Tudo começa quando a Polícia começou a notar um movimento desusado naquela urbe, com destaque para o florescimento repentino do negócio de viaturas de alta cilindrada envolvendo indivíduos que até então não tinham sequer uma ocupação fixa.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!