Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Desviadas mais de 30 toneladas de açúcar na companhia de Sena

Uma média de 30 toneladas de açúcar foram desviadas da fábrica de Marromeu, província de Sofala, Centro de Moçambique, e vendidas a um agente económico da província de Manica em Agosto último.

O desvio, segundo o “Diário de Moçambique”, Jornal editado na cidade da Beira, província de Sofala, é fruto de um esquema que se suspeita envolva alguns membros da segurança da Companhia de Sena e certos chefes de sectores. A quantidade de açúcar em referência foi transportada num camião de marca ‘Freightliner’, com matrícula ABD-482-MP, atrelado MM-53-84.

Desde então, tanto a Companhia de Sena, entanto que empresa lesada, como o Comando Distrital da Policia da República de Moçambique (PRM) nunca quiseram confirmar o sucedido.

Só no dia 17 do mês em curso é que o comandante distrital da PRM de Marromeu, Pedro da Silva Manteiga, informou que dois arguidos, Elídio Tima Jhone e Zacarias, ora detidos em conexão com o caso, já tinham sido transferidos para a Cidade da Beira junto do respectivo processo-crime.

A fonte disse, por outro lado, que o prejuízo à Companhia de Sena está avaliado em 834.810 meticais (pouco mais de 30 mil dólares americanos), o equivalente a 1.500 embalagens de 20 quilogramas de açúcar cada. Manteiga disse, por outro lado, que a complexidade do caso obrigou à transferência do processo para a cidade da Beira.

”Pelos vistos, há muita gente envolvida neste caso de roubo de açúcar na Companhia de Sena, uma vez que o produto passou pelas balanças de Inchope e por outras rotas com um documento, não se sabendo ao certo se eram senhas da Distribuidora Nacional do Açúcar ou outro emitido pelos responsáveis da empresa lesada”, explicou a fonte.

Em conexão com o caso de roubo de açúcar estão fugitivos, cuja identidade não foi facultada. O motorista do camião ‘Freightliner’, igualmente não identificado, foi solto mediante pagamento de uma caução.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!