Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Desigualdades do género agravam-se em Moçambique e 17 países africanos

Acentuam-se as desigualdades do género no mercado de trabalho em 18 países da África, incluindo Moçambique, segundo o Banco Mundial (BIRD), referindo que se regista uma diferença de 17% em termos da taxa de participação na força laboral dos homens face a mulheres. Os homens detêm cerca de 78,3% de participação no emprego, contra 61% de taxa das mulheres a trabalhar, segundo ainda o BIRD no seu livro intitulado “Sexo, Disparidades na África do Mercado do Trabalho”, que analisa resultados de estudos iniciados em 2000 em 18 países africanos sobre as dimensões do género no emprego, desemprego, diferenças salariais e o papel do sistema educativo.

Os conjuntos de dados indicam que em vários países africanos as mulheres são quase duas vezes mais propensas que os homens para estar no sector informal e cerca de duas vezes com menos oportunidades para ter um emprego público, privado ou formal.

As disparidades salariais também são altas, mas variam muito entre os países, enquanto que a segmentação por sector de emprego mostra que 70% das mulheres trabalham na Agricultura, contra 64% dos homens, 6% em pequenas indústrias, contra 13% para homens e 23% de mulheres no sector de prestação de serviços.

“O que descobrimos é que essas disparidades são causadas principalmente pelas perspectivas de trabalho muito limitadas, diferenças na educação, dinâmicas de poder no lar, e outras variáveis de capital humano”, explicou Jorge Arbache, um dos editores do livro destacando que as disparidades são, de facto, maiores em países que têm poucas oportunidades de trabalho.

Arbache indicou a terminar a sua intervenção feita por ocasião do lançamento do referido livro que a criação de emprego é um pré-requisito fundamental para a igualdade do género.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!