Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Desconhecimento das normas compromete docentes em Nampula

O ministro da educação, Zeferino Martins, instou aos docentes e funcionários do pelouro que dirige ao nível da província de Nampula no sentido de estudarem os documentos normativos. A sua medida surge da constatação do facto de muitos funcionários da educação pouco ao nada saberem dos benefícios de que têm direito.

Zeferino Martins, que trabalhou cerca de três dias em Nampula, instou num encontro que orientou com os directores das escolas e zonas de influencia pedagógica desta parcela da província, no sentido de promoverem sessões de estudo colectivo da legislação e de outros documentos normativos do sector da educação.

Para uma melhor compreensão das matérias a serem discutidas, em particular às que se referem sobre o direito ao pagamento de alguns bónus pelo exercício de cargos de chefia, antiguidade, bem como sobre a gestão dos recursos humanos e categorizações, todas as escolas devem fazer fotocópias dos documentos e distribuí-los a todos os funcionários. Anotou que muitos funcionários da educação atingem a idade de reforma sem, no entanto, terem beneficiado de um conjunto de facilidades para progredirem na sua profissão, conquanto a legislação preveja tais benefícios.

Em parte, segundo o governante, tal situação resulta da falta de acesso aos documentos normativos por parte dos docentes que leccionam durante muitos anos nas escolas localizadas nas zonas recônditas, mas admitiu a falta de interesse para aqueles que trabalham nas cidades e vilas com acesso à tecnologias de comunicação e informação. Num outro desenvolvimento, Zeferino Martins apelou aos directores das escolas no sentido de tomarem a dianteira na implementação da política do governo visando a melhoria da qualidade do ensino. Segundo ele, a melhoria da qualidade do ensino depende somente do professor que tem como tarefa zelar pelo cumprimento dos programas lectivos aos alunos.

Para além de identificar as dificuldades que os alunos enfrentam para a aprendizagem, observando ser necessária, então, a presença nas aulas do docente que ocupa o cargo de direcção numa turma escolhida aleatoriamente para fazer a avaliação do desempenho do professor da mesma.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!