Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Desconhecidos queimam 1.250 hectares de pasto

Pelo menos mil e duzentos e cinquenta hectares de terra com pasto foram destruídos por queimadas provocadas por indivíduos desconhecidos nos últimos seis meses no distrito da Moamba, província de Maputo.

Esta informação, foi dada a conhecer há dias pelo director distrital das actividades económicas, José Mendonça que salientou na ocasião que nos últimos tempos situações de queimadas descontroladas provocadas por indivíduos não conhecidos têm sido reportados naquele distrito, pondo em perigo o meio ambiente, assim como as próprias comunidades que na sua maioria tem casas de construção precária, consequentemente, vulneráveis ao fogo.

Mendonça disse que as queimadas descontroladas para além de perigar a vida das comunidades têm contribuído para a destruíção do ecossistema ambiental, bem como para afungentar os animais bravios das matas para as zonas habitacionais, criando assim um ambiente de insegurança.

 Com vista a dar cobro à situação, segundo o entrevistado, as autoridades locais promoveram no período em alusão, três sessões de palestras de divulgação da lei de terras , florestas e fauna bravia, com o objectivo de sensibilizar os líderes comunitários e as comunidades sobre os perigos que estas práticas representam para o ambiente em particular e para a comunidade em geral. Para combater as queimadas descontroladas, as autoridades locais incentivam as comunidades a fazer queimadas de forma controlada em épocas frias para o maneio de pastos, sempre que possível fazer quebra fogos nas propriedades ou machambas, denunciar os praticantes das queimadas descontroladas de modo a que sejam responsabilizados pelos actos. Segundo a fonte está em implementação o projecto de implementação de gestão dos recursos naturais através dos Comités Locais, esperando-se que os mesmos contribuam significativamente para inverter esta situação.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!