Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Descoberto gás natural na bacia do Rovuma

Uma reserva de gás natural foi descoberta na bacia do rio Rovuma, precisamente na zona marítima de Mocímboa da Praia, província de Cabo Delgado, Norte de Moçambique. Ainda não são conhecidas as quantidades deste recurso descoberto pelo consórcio liderado pela empresa norte-americana Anadarko ao longo da única perfuração até agora aberta a uma formação de 147 metros de espessura e 3600 metros de profundidade.

Trata-se do primeiro dos três furos que vão ser abertos na zona marítima da bacia do Rovuma, dos quais se esperam resultados positivos em razão da grande prospectividade da área. As perfurações poderão atingir a profundidade projectada de 5500 metros.

Falando esta quinta-feira na província nortenha de Nampula, a Ministra moçambicana dos Recursos Minerais, Esperança Bias, disse que esta é uma descoberta técnica e ainda há muito trabalho a fazer (durante pelo menos dois anos) para se descobrir se existe ou não gás em quantidades comerciais. “Esta é uma descoberta técnica e até que se faça uma descoberta comercial, o que levará pelo menos dois anos, serão ainda feitos este ano dois a quatro furos nas imediações deste que já foi realizado.

Os indicadores desta descoberta são positivos, mas é preciso fazer uma avaliação, sobretudo é necessário sublinhar que este é mais um ganho para os moçambicanos que conhecem mais um recurso de que o seu país dispõe”, disse Bias, citada pelo “Notícias”.

Segundo a Ministra, caso haja uma descoberta comercial, o Governo irá priorizar o fornecimento deste hidrocarboneto ao mercado nacional e, posteriormente, o estrangeiro. Entretanto, ela reiterou a importância dos moçambicano não cruzarem os braços e dependerem do gás, pois devem também considerar outras frentes de combate a pobreza, nomeadamente as áreas do Turismo e Agricultura. A empresa Anadarko está envolvida em trabalhos e prospecção e pesquisa de petróleo na Bacia do Rovuma desde 2006, tendo até agora investido cerca de 250 milhões de dólares americanos.

Nestas operações, a empresa Anadarko detém uma participação de 43 por cento, havendo também a comparticipação das empresas BPRL Ventures Mozambique B.V. (com 11,75 por cento), Cove Energy Mozambique Rovuma Offshore, Ltd (10 por cento), Mitsui E&P Mozambique Área 1, Limited (23,5 por cento) e Videocon Mozambique Rovuma 1 Limited (11,75 por cento).

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!