Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Delegado da Renamo em Montepuez morre em situações por esclarecer

O delegado da Renamo no distrito de Montepuez, província de Cabo Delgado, morreu em circunstâncias que ainda carecem de esclarecimentos das autoridades. O cadáver de Assane Luciano Alfredo, de 35 anos de idade, foi encontrado na segunda-feira (26) a flutuar no rio Muatipane.

Assane Alfredo, que era dado como desaparecido pelos familiares, há 72 horas, saiu de casa, supostamente para a machamba, fazendo-se transportar numa motorizada emprestada ao secretário do bairro Ncoripo.

O local onde o corpo do malogrado foi achado dista 30 quilómetros da vila de Montepuez. Não há informações precisas sobre os motivos da sua morte.

Porém, a Polícia da República de Moçambique (PRM), em Cabo Delgado, disse que a sua lista de suspeitos abrange os membros do partido Renamo em Montepuez.

É que, aquando da divulgação dos resultados intermédios das eleições autárquicas de 10 de Outubro passado, Assane Alfredo foi espancado pelos membros do seu próprio partido, alegadamente porque vendeu votos à Frelimo, que venceu naquela autarquia.

Na altura, a Polícia teve de intervir para repor a ordem a evitar o linchamento de Assane.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!