Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Daviz Simango defende inclusão de outros partidos no diálogo político entre o Governo e a Renamo

O presidente do Movimento Democrático de Moçambique (MDM), Daviz Simango exige a participação do seu partido e de outros existentes no país nas negociações entre o Governo e a Renamo, que decorre na cidade de Maputo há mais de um ano, para garantir que as decisões sobre o futuro de Moçambique e dos moçambicanos sejam tomadas de forma democrática e transparente.

“Todavia, se o Executivo moçambicano quer um cessar-fogo, não só deve aceitar a presença de observadores e mediadores/facilitadores, quer nacionais quer internacionais, mas também os partidos políticos para juntos debaterem estas questões, que são de interesse nacional”, explica Simango.

O presidente e candidato do partido do “galo” fez essas declarações na manhã desta terça-feira (20) na cidade de Nampula, à margem de um encontro com seus militantes, que tinha como objectivo delinear acções com vista à promoção da sua imagem e desta formação política, uma acção inserida no âmbito das eleições gerais de 15 de Outubro próximo.

Participam no encontro todos os presidentes dos municípios sob gestão do MDM, nomeadamente Manuel de Araujo, de Quelimane, Mahamudo Amurane, de Nampula, Orlando Janeiro, de Gurúè, e Daviz Simango, da Beira, e outros membros seniores do partido.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!