Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Crianças são a maioria das vítimas de estupro nas zonas de conflito segundo uma ONG

As crianças são a maior parte das vítimas de violência sexual em zonas de conflito, onde ocorrem estupros e abusos a uma taxa espantosa, disseram os activistas, que descreveram as agressões como “horrores ocultos da guerra”.

Nos países mais afectados, como Libéria e Serra Leoa, as crianças compõem mais de 70 por cento das vítimas, disse um estudo publicado, esta Quarta-feira (10), pela ONG de defesa dos direitos da criança Save the Children.

O estudo contém histórias angustiantes de crianças mortas depois de serem estupradas e de outras que foram raptadas e abusadas por grupos armados.

O documento também cita crianças, algumas de apenas dois anos, sendo atacadas por agressores oportunistas, incluindo professores, líderes religiosos e agentes de paz. Muitos sobreviventes foram excluídos socialmente depois dos ataques.

O secretário de Relações Exteriores britânico, William Hague, tem feito campanha para aumentar a consciencialização sobre o problema e encontrou-se, recentemente, com vítimas na República Democrática do Congo junto à actriz e enviada especial da ONU Angelina Jolie.

A questão estará na agenda de uma reunião de ministros de Relações Exteriores dos países do G8 sediada em Londres, Quarta-feira e Quinta-feira.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!