Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

ADVERTISEMENT

Covid-19: taxa de positividade volta aumentar mas 3ª vaga ainda não iniciou em Moçambique. Novos surtos em Nampula, Gaza e Maputo

coronavirus2106-chicumbe

Triplicaram os casos positivos da covid-19 nas 2 últimas semanas, a taxa de positividade voltou a aumentar contudo a 3ª vaga ainda não iniciou em Moçambique, “se a transmissão se mantiver nos níveis em que estão e expandir-se para outros focos geográficos claramente vamos entrar em breve”. Nesta segunda-feira (21) novos surtos da pandemia foram diagnosticados nas províncias de Nampula, Gaza e Maputo.

O Ministério da Saúde anunciou que nas últimas 24 horas mais 70 indivíduos testaram positivo para o SARS-CoV-2, todos em resultado de transmissões locais, entre eles 66 moçambicanos que aumentaram para 72.577 o cumulativo de casos positivos registados em Moçambique, desde Março de 2020.

Também aumentaram para 65 os pacientes internados nos covidários após o registo de 21 novos internamentos, na Cidade de Maputo e na Província de Tete, e de cinco altas hospitalares.

O @Verdade apurou que na Cidade de Maputo foram diagnosticados 20 novos infectados no Distrito Municipal de KamPfumo, oito no Distrito Municipal de Kamavota, dois no Distrito Municipal de Kamaxaqueni e um no Distrito Municipal de Kamubukwana. Novos surtos eclodiram pela Província de Maputo com seis novos infectados no Município de Boane, cinco na Cidade da Matola e dois no Município da Namaacha.

Pela Província de Inhambane foram detectados dois novos infectados no Município da Maxixe, um no Distrito de Jangamo, um no Município da Massinga e um no Distrito de Inharrime.

Outros surtos foram identificados com onze novos infectados na Cidade do Chimoio, dois no Município de Nacala-Porto, dois na Cidade de Nampula, dois na Cidade de Xai-Xai, um no Distrito de Ribáuè, um na Cidade de Tete, um no Município de Mandlakazi e um na Cidade da Beira.

Entretanto, e embora nas 2 últimas semanas tenham sido diagnosticados 1.463 novos casos de covi-19, contra 524 registados nas duas semanas precedentes, o número de internados nos covidários tenha passado de 32 para 101 hospitalizações e os óbitos tenham ascendido a onze, contra sete nas duas semanas antecedentes, o país ainda não entrou na 3ª vaga da pandemia.

“Estamos com fortes indícios que se a transmissão se mantiver nos níveis em que estão e expandir-se para outros focos geográficos claramente vamos entrar em breve na 3ª vaga” disse o Director Nacional para a Área de Inquérito e Monitoria de Saúde, Dr. Sérgio Chicumbe, que explicou que para declaração da nova terá de existir “um aumento e uma aceleração da transmissão a níveis que sentirmos que não serão reversíveis com a abordagem de contenção de grupos, uma transmissão disseminada e acelerada na comunidade”.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

error: Content is protected !!