Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

https://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.html
Publicidade

Na hora do balanço, Cornelder homenageia parceiros de produção de 60.000 máscaras de protecção

No âmbito da iniciativa “Juntos Contra a COVID-19”, a Cornelder de Moçambique foi anfitriã de um evento que juntou os parceiros de produção das 60.000 máscaras de protecção individual, manufacturadas e distribuídas gratuitamente a sectores com um alto potencial de propagação do Novo Coronavírus que integram vendedores dos mercados formais e informais, motoristas e cobradores de “chapa 100”, “tchopelas” e “moto-táxi”, policiais, jornalistas, pessoas portadoras de deficiência física e comunidades carenciadas na Cidade da Beira e Distrito de Mutua.

Recorda-se que as Associações Young Africa, Restaurando Sonhos, Renascer do Sol e Sant´Egídio e as Paróquias da Igreja Católica nomeadamente Munhava, Matacuane e Macuti, responderam prontamente ao apelo da Cornelder e, no contexto, mobilizaram as suas comunidades para a concretização com sucesso, deste tão importante e urgente objectivo.

Numa cerimónia restrita, carregada de simbolismo, dado o momento particular que se vive no nosso País, realizada na quinta-feira, dia 2 de Julho último, a concessionária dos Terminais de Contentores e de Carga Geral do Porto da Beira, representada pelo seu Administrador Delegado, Jan de Vries, procedeu, como forma de agradecimento, a entrega de diplomas de honra aos visados, depois de tecer largas e elogiosas observações às sinergias criadas por todos os envolvidos no desenvolvimento do projecto, com destaque para os voluntários que orgulhosamente dignificaram as suas organizações.

“O nosso maior desejo é que com a experiência adquirida e as 90 máquinas de costura disponibilizadas pela Cornelder nesse intenso processo, sejamos capazes de dar continuidade a este projecto, permitindo que cada vez mais pessoas tenham acesso a este item indispensável nessa batalha, que são as máscaras”, disse de Vries.

Na sequência desta intervenção, Akssana Varela, Directora da Young Africa Moçambique, uma instituição sem fins lucrativos que oferece cursos profissionais na área de corte e costura, sublinhou que “graças a esta nobre causa, recebemos 22 máquinas de costura novas que reforçaram de forma significativa a nossa capacidade de formação, permitindo que mais jovens possam participar do nosso curso de corte e costura e, com isso, prosseguirmos na luta contra a pobreza”.

De referir que, no total, o projecto mobilizou mais de 180 voluntários dentre os quais, alfaiates, jovens estudantes, mães solteiras, viúvas, entre outros, de vários bairros urbanos e suburbanos da Cidade da Beira.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!