Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Publicidade

Covid-19: infecções no Distrito Municipal de KamPfumo de mal a pior; mais quatro mortes na Cidade e Província de Maputo

coronavirus1901-mocambique-maputo

Mais oito centenas de indivíduos testaram positivo para o novo coronavírus em Moçambique, quase metade foram identificados no Distrito Municipal de KamPfumo registando um recorde de novas infecções em 24 horas. O Ministério da Saúde (MISAU) anunciou nesta terça-feira (19) a morte de mais quatro doentes pela covid-19 na Cidade e Província de Maputo.

O boletim epidemiológico do MISAU, desta terça-feira (19), indica que 824 indivíduos testaram positivos, todos em resultado de transmissões locais, elevando para 28.270 o cumulativo de casos positivos da pandemia respiratória registados desde Março. Entre os novos doentes 792 são moçambicanos, dez estrangeiros e 22 são indivíduos de nacionalidades ainda por apurar.

O @Verdade apurou que 411 dos novos infectados foram identificados no Distrito Municipal KamPfumo, um recorde em 24 horas, subindo para 14.090 o total de casos positivos na Cidade de Maputo.

Na Província de Maputo o cumulativo cresceu para 4.572 casos positivos com a detecção de 104 novos pacientes na Cidade da Matola.

Na Cidade de Inhambane novos surtos eclodiram tendo sido diagnosticados 88 novos doentes, que fizeram o total provincial ultrapassar a barreira dos mil casos positivos.

Na Província da Zambézia o cumulativo de casos positivos passou a 1.778 com a identificação de mais 69 infectados na Cidade de Quelimane.

Outros surtos eclodiram na Cidade de Xai-Xai onde mais 69 pacientes foram detectados com o SARS-CoV-2 e subiram para 1.105 o total de casos positivos na Província de Gaza.

Ainda nas últimas 24 horas foram diagnosticados 34 novos infectados na Cidade da Beira, 20 na Cidade de Nampula, 14 na Cidade de Tete, dez na Cidade de Pemba e cinco na Cidade de Chimoio.

O número de internados reduziu ligeiramente, para 215 pacientes, estando sob cuidados hospitalares na Cidade de Maputo 167 doentes, onze na Província de Tete, dez na Província de Nampula, seis na Província da Zambézia, seis na Província de Maputo, cinco na Província de Manica, quatro na Província de Sofala, três na Província de Gaza, dois na Província de Inhambane e um na Província de Cabo Delgado.

Para além das altas hospitalares a disponibilidade de camas resulta do falecimento de mais quatro óbitos em pacientes infectados pelo novo coronavírus, dois na Província de Maputo e dois na Cidade de Maputo.

“Trata-se de dois pacientes do sexo feminino e igual número do sexo masculino cujas idades variam de dois meses a 84 anos de idade. Destes, um óbito foi declarado no dia 17/01/2021 e três óbitos foram declarados no dia 18/01/2021”, indica o boletim epidemiológico do Ministério da Saúde que assinala que Moçambique passa a ter um cumulativo de 253 óbitos devido a esta pandemia respiratória que surgiu na China em finais de 2019.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!