Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Corredor de Desenvolvimento do Norte agrava preço de transporte ferroviário

O Corredor de Desenvolvimento do Norte (CDN), empresa gestora dos serviços de Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique (CFM), no Norte do país, aumentou em 10 meticais os preços praticados nas passagens de comboio, a partir da cidade de Nampula para os diferentes pontos da região norte do país, desde segunda-feira (09).

Por exemplo, de Nampula para Cuamba, dos anteriores 160 meticais, o bilhete passa a custar 170 meticais. Entretanto, este aumento é extensivo a todos destinos.

A semelhança dos bilhetes de passagem, o preço praticado pelo despacho das mercadorias também agravou-se na ordem de 20 meticais, passando dos anteriores 20 meticais o quilograma para 40 meticais.

Contactada a direcção do CDN em Nampula para se pronunciar sobre as causas que levaram ao aumento destas tarifas. A empresa disse que não podia avançar quaisquer dados em relação a este assunto, tendo prometido falar nos próximos tempos.

Entretanto, uma fonte ligada à instituição, disse que o reajuste se deveu aos novos serviços que aquela empresa tem vindo a prestar, tais como a introdução de novas carruagens modernizadas.

Entretanto, a nossa Reportagem procurou ouvir a posição dos utentes dos serviços da CDN, que não esconderam o seu desagrado em relação às novas tarifas introduzidas.

Por exemplo, Manuel Lucas, dedica-se à venda de artigos adquiridos na vizinha Tanzânia, disse que o transporte ferroviário é o principal meio que tem facilitado as suas trocas comerceias e o agravamento poderá influenciar nos seus lucros.

Refira-se que o transporte de comboios, é usado com maior frequência para os passageiros que fazem o trajecto Nampula/ Cuamba e vice-versa.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!