Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Corpo encontrado sem vida numa linha férrea no Chimoio

Um corpo de uma pessoa do sexo masculino, não identificado, foi encontrado numa linha férrea, no bairro Mudzingadzi, em Chimoio, na manhã deste domingo. A cabeça apresentava-se sem testa onde era evidente uma enorme escavação e não tinha olhos.

Segundo o jornal Diário de Moçambique, o corpo encontrava-se na zona entre as bombas de abastecimento de combustíveis da Textáfrica, na Soalpo, e a antiga terminal de comboios de passageiros de Babliolakis. O secretário do comité do círculo Mudzingadzi, no partido Frelimo, Manuel Alberto José, disse ter sido solicitado para o local pelos populares que logo pela manhã foram confrontados com a presença do cadáver. A solicitação foi no sentido de que este procurasse mecanismos visando apurar a identidade da pessoa e se era ou não residente daquele bairro. Manuel José avançou não ter sido possível a identificação do finado, pela forma como a cara ficou desfeita e observa ter ocorrido um crime de homicídio, tendo sido arrastado o corpo e depositado na linha férrea.

Em declarações ao “Diário de Moçambique”, na região onde encontrava-se o corpo, Manuel Alberto afirmou que informações dão conta que durante a noite os residentes próximos não acompanharam gritos nem a passagem de locomotiva, o que os leva a crer que o crime deu-se num outro lugar. A fonte indicou ser frequente a presença de corpos sem vida na linha férrea naquele bairro, tendo dito que, num passado recente, uma pessoa foi encontrada morta e coberta com folhas de bananeiras.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!