Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Corpo de jovem encontrado sem vida e com membros inferiores amputados

Pelo menos três pessoas, duas das quais de sexo feminino, perderam a vida ao longo do fim-de-semana na cidade da Beira vítimas de assassinatos e intoxicação alcoólica. De acordo com a Polícia, as mortes ocorreram em momentos e ocasiões diferentes, sendo que a primeira, resultante de assassinato, foi registada na madrugada de sexta-feira no bairro da Manga, vitimando um jovem que em vida respondia pelo nome de Fikson Solomo Brife, 25 anos, o qual foi encontrado morto e seu corpo abandonado na linha férrea e com os dois membros inferiores amputados.

Falando ao jornal Diário de Moçambique, a oficial de imprensa no comando provincial da PRM em Sofala, Sididi Paulo, disse que, em consequência deste caso, encontram-se detidos na 6ª Esquadra da Polícia três jovens indiciados de terem sido os mentores do assassinato. “Os detidos respondem pelos nomes de António Mandosa, Agostinho Neto e Mauro Lourenço, de idades compreendidas entre os 26 e 31 anos. Todos foram presos pela Polícia graças a denúncias populares instantes depois de praticarem o crime”, disse Sididi, para quem as reais causas do bárbaro assassinato ainda estão a ser investigadas pela corporação.

“Como sabe, todo e qualquer suspeito é difícil confessar um crime. Resultados de uma investigação preliminar feita pela Polícia indicam que a causa que levou os jovens a cometerem o homicídio é um suposto ajuste de contas”, disse a fonte, acrescentando que as investigações em curso é que trarão a real causa do assassinato de Fikson Solomo Brife.

Em relação às últimas duas mortes, cujas vítimas são mulheres, uma de 30 e outra de 35 anos, a nossa Reportagem apurou que as mesmas perderam a vida na noite de domingo. Feliciano Dique, porta-voz do comando provincial da Polícia em Sofala, disse que uma das vítimas perdeu a vida por intoxicação alcoólica enquanto que a outra suspeita-se que tenha sido assassinada por indivíduos até aqui desconhecidos e seu corpo abandonado ao relento.

“Os corpos achados hoje (segunda-feira) pela Polícia são de duas cidadãs. A primeira (intoxicada), em vida era conhecida pelo único nome de Celeste e seu corpo foi encontrado estatelado junto ao quintal da sua casa instantes depois de consumir bebidas alcoólicas”, explicou Dique, acrescentado que a outra, supostamente assassinada, em vida respondia pelo nome de Maria Zana Bulande, 30 anos, mais conhecida por Nina.

“Pelas evidências que apresentava o corpo, tudo indica que foi assassinada. Ela foi encontrada com o pescoço estrangulado. Neste momento, a Polícia está a trabalhar no sentido de neutralizar os culpados por este crime ocorrido no Macúti-Miqueijo”, disse. Entretanto, ao longo do fim-de-semana, a Polícia em Sofala, diz ter registado sete casos que levaram à detenção de nove indivíduos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!