Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Co-piloto sequestra avião etíope e entrega-se à polícia suíça

O co-piloto de um avião da Ethiopian Airlines sequestrado entregou-se às autoridades suíças em Genebra, esta segunda-feira (17), depois de comandar a aeronave para buscar asilo na Suíça, informou a polícia.

O segundo homem no comando do avião, que não carregava uma arma, assumiu controle da aeronave quando o piloto deixou o cockpit para ir ao banheiro. Depois de pousar, ele deixou o cockpit pela janela sem ferir os passageiros ou a tripulação, disse o porta-voz da polícia Pierre Grangean em entrevista colectiva.

“Logo depois de pousar, o copiloto correu na direcção da polícia a dizer que ‘eu sou o sequestrador’. Ele disse que não está seguro no seu próprio país e quer asilo”, disse Grangean. Segundo uma testemunha da Reuters, conforme os passageiros deixavam o avião, eram abordados pela polícia e tinham de colocar as mãos atrás da cabeça.

A Etiópia, o segundo país mais populoso da África Subsaariana, está entre as economias que mais crescem no continente. A oposição e defensores dos direitos humanos acusam o governo de reprimir as dissidências e torturar presos políticos.

Mas é raro que as autoridades ou empregados do governo – a Ethiopian Airlines é estatal – busquem asilo. A última autoridade de alto escalão a fazer isso fugiu para os Estados Unidos em 2009.

O voo ET702 saiu da capital etíope Adis-Abeba na noite de domingo e tinha Roma como destino. O avião foi sequestrado quando sobrevoava o norte da Itália, disse Grangean. Ele pousou em Genebra às 2h02.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!